Sejam Bem-vindos
ao nosso Portal de
Notícias

Abuso de medicamentos: Quais são as suas consequências?

Abuso de medicamentos? Quem nunca? Não é!

Seja para curar uma dor de cabeça ou um simples resfriado, todos nós já nos automedicamos, mesmo sabendo que essa atitude poderia comprometer a nossa saúde. Você sabe quais são as consequências do abuso de medicamentos e do excesso de remédios no organismo? Venha descobrir!

Muitas vezes em busca de uma solução rápida nós nos automedicamos, ao invés de procurar um médico até recorremos a amigos e familiares e acabamos nos automedicando, afinal quase todo mundo tem uma mini farmácia guardada em casa, não é?

Entretanto, a automedicação não é recomendada por nenhum especialista, principalmente pelo fato de poder levar ao excesso de medicamentos no organismo, mas afinal, você sabe como isso prejudica o nosso corpo? Saiba agora mesmo!

Combinações e seus efeitos perigosos

Comprometimento da mobilidade e da cognição, diarreia, vertigem, azia, úlceras, desmaios, sonolência e tremores, esses são apenas alguns sintomas do que o excesso e a automedicação podem causar em nosso organismo. E ainda pode piorar com as combinações, seja com outros medicamentos, álcool ou até mesmo com a alimentação, visto que os compostos dos medicamentos podem se anular.

Por exemplo, uma combinação muito perigosa é a junção do omeprazol e do clopidogrel, juntos eles podem duplicar a chances de infarto, já o diclofenaco e a varfarina podem levar a hemorragia. E não para por aí, são muitas as possibilidades de efeitos adversos, por isso é muito importante sempre consultar um médico.

Idosos são mais vulneráveis

Isso ocorre pelo processo de envelhecimento, como o surgimento de déficit cognitivo, perda de massa muscular e de água, aumento de gordura e a diminuição metabólica. Por exemplo, quanto mais velho eu for, menor será a quantidade de água presente em meu organismo, e com menor quantidade de líquidos em meu corpo, os compostos dos medicamentos não poderão ser dissolvidos, aumentando assim as suas concentrações.

De acordo com o Claudio Lottenberg, médico e presidente do Conselho do Hospital Israelita Albert Einstein e do Icos (Instituto Coalizão Saúde). “Os idosos também são mais propensos a apresentarem distúrbios médicos crônicos como hipertensão arterial, diabetes e artrite, que podem ser agravados por medicamentos ou afetar o modo como eles funcionam”. Por isso, ao lidar com idosos nossos cuidados devem ser redobrados.

Você também pode gostar de: http://lotusresidencial.com.br/6-maneiras-de-convencer-os-idosos-a-tomar-medicamentos/

 Quais são as consequências do excesso de remédios no organismo?

Resistência a medicamentos

O uso inadequado de medicamentos sem prescrição médica, ou seja, o abuso de medicamentos, com muita frequência e/ou em grandes quantidades, pode levar ao efeito rebote em seu organismo, viciando o seu corpo com os ativos presentes na medicação, o que leva o seu corpo a ignorar os efeitos. Quando o corpo vicia em certo remédio, quando for necessário que você realmente utilize a medicação, o seu médico terá que aumentar a dose para obter o resultado necessário, o que poderá levar a dependência do medicamento.

Problemas aos órgãos

O excesso e o abuso de medicamentos também afeta os órgãos. Por exemplo, o fígado é o órgão responsável por metabolizar tudo o que é consumido, quando ingerimos algo em grandes quantidades o fígado fica sobrecarregado, podendo evoluir para uma hepatite medicamentosa. O estômago também pode ser prejudicado com a auto medicação em excesso e a longo prazo, podendo resultar em gastrite, úlceras e refluxo, podendo ainda precisar de tratamento cirúrgico para lidar com algumas das consequências.

Dores de cabeça intensificadas

A dor de cabeça frequente e intensa, pode ser consequência da automedicação em excesso. Ao se acostumar com o consumo excessivo de analgésicos, o corpo passa a reduzir a produção do hormônio endorfina, desta maneira as dores de cabeça passam a ser mais frequentes e dolorosas.

Aprenda a evitar o consumo exagerado de medicamentos

A principal maneira de evitar o abuso de medicamentos é combatendo a automedicação, por isso, sempre que você precisar de um medicamento, procure um médico para que ele possa tratar corretamente o seu problema.

Mudanças em seus hábitos ruins também são uma solução, visto que alguns de seus problemas de saúde podem ser combatidos com a prática de exercícios físicos e com uma alimentação saudável e balanceada.

Aposte em alternativas naturais

Chás, por exemplo, podem substituir alguns medicamentos, além disso, eles são muito mais saudáveis, podendo auxiliar no combate à insônia, dores de cabeça e problemas gástricos.

Além disso, não se esqueça de acabar com a sua mini farmácia em casa, conheça o seu corpo e as suas necessidades e adquira uma vida mais saudável, esse é o segredo da longevidade.

Referências:

https://www.rituaali.com.br/blog/quais-as-consequencias-do-excesso-de-remedios-no-organismo

https://www.lavierose.com.br/polifarmacia-uso-continuo-de-remedios-em-excesso-pode-prejudicar-idoso/

Portal de Notícias Lótus